um blogue socialmente consciente emocionalmente irresponsável 19mesesdepois@gmail.com

segunda-feira, abril 10, 2006

Contratos de trabalho [ou em dúvidas laborais]

10 Pós e Contas:

Blogger Luís Marvão Quis dizer...

Eu aposto que a aL faz contratos precários, ajustados à intermitência da vida artística.
É caso para dizer : pobres criadores, tão longe de Deus tão perto da aL.

10/4/06 11:37

 
Blogger aL Quis dizer...

tendo em conta a intermitência da vida artística, ter um contrato de trabalho [em portugal] até nem é mau...

mas também estive a tratar do meu próprio contrato...

10/4/06 13:46

 
Blogger Luís Marvão Quis dizer...

"mas também estive a tratar do meu próprio contrato..."
Isso é como ser juiz em causa própria, ainda mais quando se é trabalhador por contra de outrem, os privilegiados deste admirável mundo capitalista...

10/4/06 15:31

 
Blogger aL Quis dizer...

«Isso é como ser juiz em causa própria» não, quando não tens margem de manobra... e não sou eu que assino contrato comigo mesma...

10/4/06 15:35

 
Blogger Luís Marvão Quis dizer...

Só agora reparei, acho que tens uma gralha no teu post : "Dúdivas laborais". O que são "dúdivas Laborais"? O teu inconsciente recusa-se a escrever dúvidas. É mais para o campo das certezas ;)

10/4/06 16:06

 
Blogger aL Quis dizer...

lol! obrigada luís...
certezas, tenho 2 na vida:
1. pagar impostos
2. morte...

;)

10/4/06 16:16

 
Blogger Luís Marvão Quis dizer...

É verdade , é o Estado-nação cobrador de impostos. Se fosses anarquista, ao menos podias acreditar num mundo sem Estado. E sem bancos, acrescentaria eu. :)

10/4/06 16:41

 
Blogger Tiago Alves Quis dizer...

Que rol tão limitado de certezas al :| Nao sabia que o periodo de experiencia era tão curto em Portugal. Com o Del Neri não falaram de dois meses?

11/4/06 10:30

 
Blogger aL Quis dizer...

pergunto-me então tiago, que mais certezas absolutas terás tu? ;)

11/4/06 14:25

 
Blogger Tiago Alves Quis dizer...

Amanhã, cara aL, o sol vai nascer :)

Mais ou menos quente, com mais ou menos brilho, mas vai nascer!

Talvez não tenha muitas mais, agora que me fizeste pensar nisso.. Quando falei das tuas foi uma reacção ao caracter tao negativo das mesmas..como se o Mundo fosse uma coisa má..

13/4/06 15:31

 

Enviar um comentário

<< Home